Novelas

“A Regra do Jogo”: Zé Maria “morre” e volta com nova identidade

Zé Maria ( Tony Ramos) (Foto: Globo/Caiuá Franco)
Zé Maria ( Tony Ramos) em cena de “A Regra do Jogo”
(Foto: Globo/Caiuá Franco)

Zé Maria (Tony Ramos) começará uma nova vida em “A Regra do Jogo”. Nos próximos capítulos da trama de João Emanuel Carneiro, o criminoso vai forjar sua falsa morte e, em seguida, irá mudar de identidade e fugir.

Toda a sequência que dará início a mudança na história do bandido vai começar depois dele ficar sabendo que Gibson (José de Abreu) conseguiu sequestrar Kiki (Deborah Evelyn) mais uma vez. Zé Maria irá trair a organização criminosa e dará uma “apunhalada” no “pai”, ao tentar acabar com os planos do líder da quadrilha.

O criminoso invadirá um sítio usado como cativeiro, mas o que ele não espera é que o chefe da facção se antecipou e já levou a filha embora do local. Zé Maria acabará percebendo que caiu numa emboscada e terá um embate com capangas da organização criminosa.

No meio da confusão, ele irá fugir, mas dará de cara com um penhasco. Sem saída, o bandido vai acabar levando um tiro e cairá do despenhadeiro. Certos de que o rival está morto os capangas da quadrilha darão a notícia ao “pai”.

“Nova vida”
Em cenas seguintes, Zé Maria aparecerá vivo e irá até a casa de um homem chamado Pepe. É neste momento que o personagem começará a trilhar seu novo rumo. Ele vai pedir uma vida nova e passará por uma transformação, tendo a barba aparada, os cabelos cortados e pintados. O criminoso terá até dentes modificados por uma prótese. O tal homem chamado de Pepe também entregará para ele um passaporte chileno com uma foto. “Pedro Vargas, natural do Chile, nascido em 8 de agosto de 1946. Você é um gênio, Pepe! Olha aí, nasci de novo”, falará Zé Maria.

Em seguida, o homem vai perguntar ao bandido como ele conseguiu escapar da cilada. Ele explicará que quando ele despencou no precipício, caiu num platô e ficou escondido. “Dei um tempo para os caras se mandarem, escalei de volta e aí peguei uma carona. Não foi fácil. Mas acabei conseguindo um canto na carroceria de um caminhão. Quer saber? Estou gostando de ser um homem morto. E, agora que sou um fantasma, vou poder voltar do mundo dos mortos para assombrar alguns vivos que me devem muito. Só preciso de mais um favor, Pepe. Trata de espalhar essa notícia para todo mundo: o Zé Maria está morto!”, dirá o criminoso.

Logo depois, Zé Maria finalmente dará início a sua “nova vida” fugindo do Brasil. Com novo passaporte, o ex-integrante da facção atravessará a fronteira com o Paraguai.