Michael Jackson e Freddie Mercury terão dueto lançado em nova coletânea da banda Queen (Foto: Reprodução)

Michael Jackson e Freddie Mercury terão dueto lançado em nova coletânea da banda Queen (Foto: Reprodução)

Boa noite, leitores do TV Foco! Começa agora mais uma edição da coluna É POP!, que todo domingo leva até você os principais acontecimentos da música, acompanhados de comentários na dose certa para dar um up no seu humor. Vários lançamentos aconteceram nos últimos dias, incluindo CD de cantora atualmente apagada, clipe bastante polêmico e novos singles começam a surgir. Vamos lá!

Shake that!

O tão aguardado clipe saiu! Jennifer Lopez e Iggy Azalea aparecem mais ousadas do que nunca, com direito a óleo no corpo e caras muito sugestivas (para não falar outra coisa). Jennifer quarentona não perde pra nenhuma novinha, hein! Booty, do álbum A.K.A., foi inicialmente gravada em parceria com Pitbull, mas a duradora dupla sertaneja foi desfeita desta vez e JLo convidou Iggy Azzalea para uma versão à la Can’t Remember To Forget You, de Rihanna e Shakira – só que mais apelativa. A música, diga-se de passagem, não é das melhores e o vídeo foi o que chamou a atenção do público. Ou melhor, a comissão de trás.

Assista na íntegra:

Causa social

Demi Lovato deu início aos trabalhos da sua nova turnê, a Demi World Tour. A novidade é que os shows serão abertos por Spencer West que, segundo a própria, é um palestrante motivacional e também amigo. Ele dará depoimentos sobre experiências de vida e até recomendações aos jovens fãs da cantora. Há quem diga que a ideia soou como forçada, já que não pagariam ingresso pra ganhar uma sessão de autoajuda. Houve até mesmo quem indicasse a mudança de profissão, mas grande parte aprovou a iniciativa. Vale lembrar que Demi Lovato já passou por poucas e boas, sendo que chegou a cortar os pulsos (é constante a série de piadas em torno desse caso). Fatos obscuros que toda celebridade tem, e muitas ocultam…

Novo estilo

Alô, little monsters! Já está disponível na internet o álbum de duetos entre Lady Gaga e Tonny Bennett, todo em jazz. Em 16 faixas, na versão deluxe de Cheek to Cheek, os dois demonstram bastante sintonia e um trabalho bem desenvolvido. Apagada no cenário pop, Gaga tem agora uma boa oportunidade para reforçar que realmente é uma cantora, no termo mais literal da palavra. A versão digital já está disponível no iTunes e o disco chega às lojas nesta semana.

Confira o clipe de uma das músicas:

Muita música!

Aconteceu durante dois dias (sexta e sábado) o iHeartRadio Festival Music 2014, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. No primeiro dia, marcaram presença Nicki Minaj, Ariana Grande, Coldplay, Usher, Taylor Swift, entre outros. Já no segundo, One Direction, Iggy Azalea, Calvin Harris, Ed Sheeran, Paramore e Lorde foram as principais atrações. A plateia estava meio desanimada, mas os shows fluíram bem. Jennifer Lawrence, que teria um affair com Chris Martin (vocalista do Coldplay), marcou presença no evento. Ariana Grande, após cantar Bang Bang ao lado de Nicki Minaj, aproveitou bastante no after party…

Olha a mão boba do Big Sean aí, gente! (Foto: Reprodução)

Olha a mão boba do Big Sean aí, gente! (Foto: Reprodução)

Dupla do poder

Uma novidade deixou os fãs de Michel Jackson e Freddie Mercury bastante eufóricos. Na última sexta-feira (19), foi lançada nas rádios britânicas a versão de There Must Be More To Life Than This, na qual Michael e Freddie cantam juntos. Possivelmente gravada em 1981, a faixa nunca teve finalização. Anos depois, ela foi trabalhada e entrou no álbum solo do cantor (Mr. Bad Guy) em 1995, sem a voz de Michael. A música fará parte da coletânea Queen Forever, com lançamento previsto para 10 de novembro. Sobre a quantidade de faixas? Apenas 36.

Ouça o dueto:

Confira a lista completa das faixas que irão compor os dois discos:

DISCO 1:

  1. Let Me In Your Heart Again
  2. Love Kills – The Ballad
  3. There Must Be More To Life Than This (feat. Michael Jackson)
  4. Play The Game
  5. Dear Friends
  6. You’re My Best Friend
  7. Love Of My Life
  8. Drowse
  9. You Take My Breath Away
  10. Spread Your Wings
  11. Long Away
  12. Lily Of The Valley
  13. Don’t Try So Hard
  14. Bijou
  15. These Are The Days Of Our Lives
  16. Nevermore
  17. Las Palabras De Amor
  18. Who Wants To Live Forever

DISCO 2:

  1. I Was Born To Love You
  2. Somebody To Love
  3. Crazy Little Thing Called Love
  4. Friends Will Be Friends
  5. Jealousy
  6. One Year of Love
  7. A Winters Tale
  8. ’39
  9. Mother Love
  10. It’s A Hard Life
  11. Save Me
  12. Made in Heaven
  13. Too Much Love Will Kill You
  14. Sail Away Sweet Sister
  15. The Miracle
  16. Is This The World We Created
  17. In The Lap Of The Gods…Revisited
  18. Forever

Poder feminino

E para finalizar esta edição, tem ela que já cansou de mandar beijinho no ombro e agora deixa um recado para os homens que mandam nas mulheres: Valesca Popozuda. A cantora lançou o novo single Tá Pra Nascer Homem Que Vai Mandar em Mim, com frases bem fortes que prometem cair no gosto do público. “Vergonha na cara é coisa rara de se ter, mal sabe meu nome e já tá querendo me ter; Nunca dependi de homem pra coisa nenhuma; Se tuas negas são tudo assim, desacostuma; “Vou te provar que eu não sou do tipo de mulher que tudo paga uma bebida e faz o que tu quer; Enfia teu malote no saco e lambe o cheque”; Tenho nojo de moleque”. Ainda na letra, Valesca fala que pode ser empresário, jogador, funkeiro, o que for, mas ela, mesmo assim, vai mandar todos tomarem naquele lugar. Sentiram o impacto, né…

Ouça:

O clipe da música será gravado fora do Brasil, cercado de muita expectativa. Valesca Popozuda tem passado por um processo de “desvulgarização”, agora usando roupas mais comportadas e evitando o uso de palavrões nas músicas (o que muitos sentem falta da fase mais hard…). Toda mudança positiva é válida, e ele já colhe esses frutos. Na próxima semana tem mais! Abraço a todos e continuem acompanhando a coluna. É POP! É audiência! É TV Foco!

Por Marcos Martins (@MarcosMartinsTV)

real-time1

19h18 

:globo: 15.6:record: 10.0 6.4

19h19

:globo: 15.0:record: 11.0 6.4

real-time1

17h46

:globo: 23.6:band: 7.0:sbt: 5.7:record: 5.5

17h59 

:globo: 18.6:record: 7.4 7.0:band: 5.4

18h04

:globo: 16.9:record: 7.6 7.1:band: 6.0

Elenco do humorístico (Foto: Divulgação/TV Globo)

Elenco do humorístico (Foto: Divulgação/TV Globo)

Início

Em 1952, estreava no rádio a “Escolinha do Professor Raimundo”,  sobre o comando de Haroldo Barbosa para a Rádio Mayrink Veiga. O cenário era uma sala de aula, onde o professor Raimundo Nonato (Chico Anysio) ouvia as piadas de três alunos: o sabido, interpretado por Afrânio Rodrigues, o burro, papel de João Fernandes, e um esperto, Zé Trindade.

Em seguida, eles ganharam a companhia de um mineiro desconfiado, vivido por Antônio Carlos Pires. Devido o sucesso na rádio, o humorístico ganhou sua versão televisiva em 1957 pela TV Rio, mas apenas em 1990 o quadro foi transformado em programa solo– ideia do próprio Chico Anysio.

Nesse novo formato, a Escolinha continuou abrindo espaço para vários talentos da velha guarda e revelando jovens promessas do humor brasileiro. O sucesso foi tão grande, que a partir do dia 29 de outubro de 1990, a “Escolinha do Professor Raimundo” passou a ser exibida de segunda a sexta-feira, às 17h30.

Em 1995 após várias mudanças de horários, o programa saiu do ar em maio. Porém, em 1999, “A Escolinha do Professor Raimundo” voltou a ser exibida como um dos quadros do humorístico “Zorra Total” no qual permaneceu até outubro de 2000.

Entre março e dezembro de 2001, houve uma última temporada da Escolinha no formato de programa com 25 minutos de duração,  de segunda a sexta-feira, às 17h. A turma contava com 37 personagens: 31 alunos da sala de aula – alguns novatos e outros já conhecidos do público – e seis novos tipos que circulavam pelo pátio da escola.

Principais personagens e  bordões

Raimundo Nonato (Chico Anysio) era muito querido na Escolinha

Raimundo Nonato (Chico Anysio) era muito querido na Escolinha (Foto: Divulgação/TV Globo)

Com os bordões “vou lhe dar um zero!” e “não complica, explica””, o professor Raimundo não hesitava dar nota baixa para os alunos. Nos intervalos comerciais, ele soltava o clássico “É vapt-vupt!”. Ao final do programa, não podia faltar àquela reclamação bem-humorada do professor sobre sua remuneração: “E o salário? Ó!”.

Na turma de 1990, o mineiro Joselino Barbacena (Antônio Carlos) sempre iniciava suas explicações lembrando o seu tempo de infância: “Quando eu era criança pequena lá em Barbacena…”.  No outro canto da sala, ficava o colorido Seu Peru (Orlando Drummond) sempre enroscado em seu boá cor de rosa. Afetadíssimo, o aluno vivia tentando conquistar o teacher, como chamava o professor Raimundo.

No ano de 1992, entra o malandro Bebeto (Eri Johnson). O rapaz popularizou o bordão “Ih, o cara, aê!” ao contestar as perguntas do professor e os comentários dos colegas de classe. Já o Pedro Pedreira (Francisco Milani) não gostava quando a sua opinião era negada, usando a clássica frase “Há controvérsias!”.

Paulo Cintura (Paulo Cesar Rocha) é um exemplo de boa forma e disposição. O professor de Educação Física vestia roupas atléticas e incentivava os colegas de sala de aula a praticar exercícios. Para ele, não tinha tempo ruim. Em um tom animado, Paulo entoava o seguinte bordão: “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa! Iiiiissa!!”.

Sempre com um presentinho à mão para agradar o professor, Armando Volta (David Pinheiro) era especialista na arte da enrolação. Referia-se ao professor como “sambarilove” e já começava assim: “Pensei: por que compra-lo, por que não compra-lo? Comprei-o-o. Aceite, é de coração, sem o menor interesse…”.

 “Eu vou beijar muuuito!” era o bordão da Thalia (Foto: Divulgação/TV Globo).

“Eu vou beijar muuuito!” era o bordão da Thalia (Foto: Divulgação/TV Globo).

Em 2001, a sala de aula do professor Raimundo recebeu a Dona Thalia (Cláudia Rodrigues), maior beijoqueira de todos os tempos segundo ela. Apesar de sua estranha prótese nos dentes, a moça adorava contar vantagem e vivia dizendo que vários homens bonitos e famosos não desistiam dela.

Se você gosta da “Escolinha do Professor Raimundo”, desde 2010 o programa é reprisado pelo canal pago Viva, de segunda a sexta às 20h.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Adotar um filho e até morar juntas. Essas foram algumas das promessas que as ex-BBBs Vanessa Mesquita e Clara Aguilar faziam dentro do reality. No entanto, nada disso se concretizou, e pelo visto as duas modelos nem se falam mais atualmente.

Em uma conversa com alguns fãs no Twitter, a vencedora da última edição do reality chegou a dizer que não tem tido mais contato com Clara, com quem viveu um romance dentro do programa. “A gente nem se fala mais”, disse Vanessa.

A fisiculturista ainda revelou que está conhecendo melhor Rodrigo Fernando, sócio da ex-panicat Juju Salimeni. “Para eu chegar num ponto de abrir espaço para conhecer melhor alguém … É porque eu já tinha visto que tudo estava perdido e querendo um novo começo”, comentou ela.

Reprodução/Rede Record

Reprodução/Rede Record

Babi Rossi escapou por um triz de uma punição. Enquanto comia na mesa com Andréia Sorvetão, a moça estava prestes a colocar o chapéu do fazendeiro, mas foi logo alertada pela companheira de reality.

O deslize ia acontecendo porque Marlos havia deixado seu chapéu exposto na mesa, enquanto curtia a festa juntamente com o resto dos participantes.

Babi teve sorte por Andréia Sorvetão estar por perto, a regra do jogo diz que somente o Fazendeiro da semana pode usar o chapéu! Quem não cumprir, leva punição.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Durante o quadro “Vale a Pena Ver Direito”, que voltou ao “Legendários” neste sábado (20), Marcos Mion alfinetou as ex-panicats que vão para “A Fazenda”. O Apresentador afirmou que as ex-integrantes do humorístico só vão para o reality por acreditar que vão ser contratadas pela emissora logo depois.

Ao analisar a chegada de Babi Rossi no reality, Mion ironizou e disse que a única ex-panicat que obteve sucesso na emissora da Barra Funda foi Juju Salimeni, que, curiosamente, não participou do reality show. “É o seguinte. Subiu uma perna e aí veio um cabelo. A gente já fala que é uma panicat. A Record vive disso. Uma vez por ano, a Record vai no ‘Pânico’ e rouba uma mulher de lá. E elas vêm porque acham que vão ser contratadas depois. Esse é o jogo. E a única que ficou foi a Juju Salimeni, que nunca foi para ‘A Fazenda’. Daí, você vê como a vida é louca”, disse ele.

Além de Babi Rossi, que participa da atual temporada, as ex-panicats Aryane steinkopf, Dani Bolina, Danielle Souza e Nicole Bahls também já participaram de “A Fazenda”.

Thyago Andrade/Foto Rio News

Thyago Andrade/Foto Rio News

Mais ataque de estrelismo entre atores da Globo. Desta vez, segundo a jornalista Fabíola Reipert, entre duas ex-paquitas bastante famosas que agora brilham nas telenovelas do canal: Letícia Spiller e Bianca Rinaldi.

Segundo a publicação, uma revista fez reportagens com as paquitas, outro dia, para relembrar o Planeta Xuxa, que está sendo reprisado no canal Viva. Todas as paquitas aceitaram o convite, exceto as duas loiras, que não quiseram se misturar com as outras.

Ainda segundo a colunista, elas acham que suas imagens são superiores e não podem ser vinculadas com as paquitas que não fizeram o mesmo sucesso que as duas.

 

real-time1

16h21

:globo: 16.8:record: 7.2 6.7:band: 5.2

16h25 

:globo: 17.3:record: 7.5 :band: 6.0 :sbt: 5.3

fazenda

(Foto: Divulgação)

Em todas as edições de ‘‘A Fazenda’’ sempre tem aquele ou aquela que já posou para revistas masculinas e outras do gênero. Se você pensa que foram só as mulheres que posaram, está enganado!


(Reprodução)

(Reprodução)

A participação de Sonia Abrão no quadro Elas Querem Saber, do “Programa Raul Gil”, ainda está dando muito o que falar. Em um dos momentos da entrevista, Dani Bolina relembrou comentários feitos contra ela no programa A Tarde é Sua e perguntou à apresentadora se ela não sente remorsos.

“Sônia, você fala da vida de muitas pessoas no seu programa. Eu acredito que a maioria dessas pessoas você não conheça, como foi citado o meu nome na época, só de bastidor ou alguma coisa da Rede TV!.  Você não sente remorso, nem medo de criar nenhuma inimizade, de alguém fazer algum barraco?” questionou Dani.

A apresentadora prontamente respondeu:

“Eu acho que remorso não. Eu uso essa palavra para coisas mais sérias na vida. Eu falo sempre de acordo com o que eu penso de verdade. Eu tenho quase 30 anos de experiência. E eu acho que falo com muita propriedade. Errar a gente sempre erra.

Eu posso ter te criticado no passado, não quer dizer que você faça daqui a pouco um bom trabalho. Faz parte do processo. Acho importante, sim, saber se desculpar. Me desculpe se eu te magoei. Nunca foi de propósito, foi absolutamente profissional”, disse Sônia.

Além deste, no programa foram abordados outros temas polêmicos como, por exemplo, Brito Jr, Geraldo Luis e Chorão.

Chay Suede e Adriana Birolli em cena de Império (Divulgação/TV Globo)

Chay Suede e Adriana Birolli em cena de Império
(Divulgação/TV Globo)

Diferente do que se pensa, a saída do ator Chay Suede da Record para a Globo não foi para integrar o elenco da novela “Império”. Chay foi contratado para a novela “Babilônia”, de Gilberto Braga e Ricardo Linhares. A participação especial em “Império” aconteceu para atender um pedido do diretor da novela, Rogério Gomes, o Papinha.

A situação de Chay é diferente da de Adriana Birolli, que também atuou na primeira fase da novela, como informa o jornalista Flávio Ricco. A atriz já se reintegrou ao elenco de “Império” e vem participando normalmente das gravações há quase 15 dias.

A personagem Amanda, uma designer bem-sucedida, vai apresentar características bem diferentes da Maria Marta que ela fez na primeira fase. Suas primeiras cenas irão ao ar no capítulo 59 da novela, que a Globo exibirá na próxima sexta-feira, dia 26.

 

Willian Bonner teria expulsado Patrícia Poeta do "JN" (Foto divulgação)

O noticiário global é apresentado por Willian Bonner e Patrícia Poeta. (Foto divulgação)

Nessa semana, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu, através do órgão Alimentação e Agricultura (FAO), o fim da fome estrutural no Brasil. A notícia circulou internacionalmente nos principais veículos de comunicação, mas o destaque do fato no Brasil foi ocultado, inclusive pelo ‘‘Jornal Nacional’’.

Esse marco histórico é sobre o fato de apenas 1,7% dos brasileiros passarem fome. O Brasil deixou de ser um país dominado pela fome e pobreza e passa a ser reconhecido internacionalmente como a nação de classe média, ou seja, quase não há fome.

O ‘‘Jornal Nacional’’ dedicou exatos 37 segundos à notícia, o mesmo tempo que se dedica ao boletim meteorológico. O jornal explorou a seguinte manchete: ‘‘Vinte anos atrás, 14,8% dos brasileiros viviam na miséria; agora, esse índice é de menos de 2%’’.

Em várias redes sociais, internautas se manifestaram contra a atitude do mais importante jornal da Globo. Alguns falaram que a atração deveria ter dedicado no mínimo dois minutos de seu tempo.

Porém, vale lembrar que o ‘‘Jornal Nacional’’, apesar do pequeníssimo tempo, cobriu a notícia. Já outros noticiários de outras emissoras nem chegaram a tocar no assunto.

real-time1

14h27

:record: 9.7:globo: 9.3:sbt: 6.3

14h33

:globo: 10.5:record: 9.2:sbt: 5.7

14h35

:record:  :globo: 9.8:sbt: 5.6:band:  2.2

Reprodução/Globo

Reprodução/Globo

Um fato inusitado aconteceu durante o “SPTV” deste sábado (20). Em um dos eventos gratuitos da Virada Esportiva, promovido pela Prefeitura de São Paulo, ao ser entrevistado por uma repórter do telejornal, um jovem ficou suspenso por cabos depois que a tirolesa em que estava falhou no meio do caminho.

O rapaz, que antes havia confessado seu nervosismo à repórter, desceu na tirolesa, mas ficou pres. O imprevisto, a princípio, foi ignorado pela jornalista que estava ao vivo no jornal, e acelerou a equipe devido ao pouco tempo no ar.

Depois, Carlos Tramontina “voltou” ao local para saber se estava tudo bem com o rapaz. “Ele está suspenso, mas aparente seguro”, reforçou.

Confira o vídeo abaixo:

Imagem de Amostra do You Tube

Publicidade