Topo

TV Foco

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Após ser acusada de manipuladora pelos participantes, Francieli  foi parar no paredão, e amigos da criminalista culpam a edição da Globo e os organizadores como os grandes vilões da história do “Big Brother Brasil”.

Após virar tema de conversação a partir dos comentários do curitibano Marco, que substituiu o bailarino Rogério, antes mesmo de iniciar a competição e ter assistido aos vídeos da chama do programa, no qual Francieli  conta a estratégia de fazer alianças para depois queimar seus oponentes.

Na opinião da amiga Angélica Rolim, a sister foi injustiçada porque fatores externos influenciaram na decisão de alguns brothers de votarem nela. “Foi péssimo, isso nunca havia sido permitido em 14 edições do programa. Completamente antiético da Globo. Não é por ser minha amiga, eu falaria se fosse de qualquer um dos participantes. Achei feio da parte da Globo”, afirmou.

Ela conta que não conversou com o marido de Francieli sobre o assunto, mas diz que o aconselharia a procurar a emissora para esclarecer o episódio. “Pelo que o Marco falou, a produção disse que cabia à consciência dele [dizer ou não sobre os vídeos que assistiu]. Mas o que adianta? Tudo se desenrolou porque ele usou uma informação privilegiada para prejudicar uma pessoa. Estou indignada”, declarou. “O que ela falou foi num contexto de cadeira elétrica [entrevistas com os participantes antes do confinamento], e como estratégia ela fala o que quiser”, acrescentou.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

O novo repórter do “Encontro com Fátima Bernardes”, Felipe Andreoli, não estreou no programa com o pé direito. Nesta segunda-feira (26), ele cometeu uma gafe com a cantora Vanessa da Mata.

Discutindo sobre o tema do cabelo crespo, o ex integrante do “CQC” fez uma brincadeira com a cantora, que aparentou não ter entendido a ironia de sua frase. “A gente, Vanessa, que tem o mesmo estilo de cabelo, quando a gente corta, não tem como não notar. Não é?”, brincou Felipe sobre a dificuldade de se mudar o cabelo crespo.

“Olha, mais ou menos, depende. O cabelo encaracolado, geralmente molhado, é aqui [mostrando o comprimento perto da cintura]. Mas você corta e parece que não aconteceu nada”, respondeu a cantora.

“Mas ele seco, na chuva, não acontece nada”, emendou Andreoli, arrancando risos de Fátima Bernardes e da plateia. “E você tem que parar com esse bullying com o nosso cabelo, porque já tem bullying demais por aí”, retrucou Vanessa.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

Na manhã desta segunda-feira (26), Francieli desabafou com Douglas sobre estar com a cara mais fechada. “Não aguento olhar para a cara do Adrilles”. “Ele está sendo grosso com você?”, perguntou Douglas.

Francieli disse que ele está mudado: “Ele nem fala. Eu perguntei do ovo ele respondeu: ‘eu peguei um’ e foi assim”.  O brother saiu e Francieli desabafou com Tamires: “Todas as pessoas que eu ajudei e ficaram bem na vida viraram monstros”.

Então, Douglas voltou e opinou: “Não achei que ele foi grosso com você. Ele falou: ‘eu comi e achei que era sobra'”. Douglas finalizou tachando: “Não achei que ele foi grosso”.
(Foto:Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Cissa Guimarães começou 2015 com muito trabalho. A apresentadora que está comandando o “Mais Você” ao lado de André Marques, nas férias de Ana Maria Braga, vai retornar, pela segunda vez, ao “Vídeo Show”. Em entrevista à colunista de TV Patricia Kogut, Cissa comentou sua volta à atração.

Com o quadro “Gentem como a Gente”, que deverá ir ao ar duas vezes por semana, ela falou que pretende emocionar o público. “Quero tocar o coração das pessoas de uma maneira que leve luz, que faça pensar, refletir sobre a vida. Sinto que essa é uma missão que eu tenho como comunicadora”, revela.

Cissa também pretende entrevistar além de atores da Globo, cantores, músicos, autores e escritores, que nem sempre sejam conhecidos do público.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Na área externa da casa, próximos à piscina, Marco conversou com Talita e o emparedado Douglas. Enquanto o teólogo estava sentando na borda da piscina, os outros dois confinados estavam deitados. A aeromoça encontrava-se no sofá, enquanto o motoboy estendeu um lençol na grama.

Preocupado com o estresse que o confinamento causa aos participantes, Marco comentou: “Espero que ninguém enlouqueça com esses 3 meses que estamos aqui. Um dos indícios é achar que tem gente do outro lado da parede…”.

Talita rebateu: “Mas que tem, tem!”. “Você tem certeza? O problema é o ser humano frágil que somos, de ver um objeto e achar que do outro lado há alguém conversando conosco… Não é algo louco?”, disse Marco.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Nasceu neste sábado (24), na maternidade Perinatal, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, Maria, a primeira filha de Vanessa Giácomo com o empresário Giuseppe Dioguradi. Mamãe a bebê passam bem, mas ainda não há previsão de alta, segundo a colunista Patricia Kogut, do jornal “O Globo”.

Vanessa e Giuseppe planejaram a criança, que já tinha seu quarto reservado na casa onde moram, em Itanhangá, no Rio de Janeiro. Apesar de estarem juntos há dois anos, eles só oficializaram a união em dezembro passado, com uma cerimônia discreta, só para parentes e amigos mais chegados.

Quando soube do mês previsto para o nascimento de Maria, Vanessa disse ao jornal O Globo que tinha ficado muito feliz com a data. “Caiu como uma luva. Quer dizer que poderei voltar a trabalhar no ano que vem, quando, sei, a Globo tem planos para mim”.

"A presidente deve iniciar uma consulta pública sobre o tema no segundo semestre do ano que vem"

“A presidente deve iniciar uma consulta pública sobre o tema no segundo semestre do ano que vem”

A regulação da mídia é uma bandeira histórica do PT. Durante a campanha à Presidência, o partido pressionou para que a presidente Dilma Rousseff encampasse a discussão em um eventual segundo mandato.

Após sua reeleição, a petista deu algumas declarações defendendo a regulação econômica da mídia. Ela negou repetidamente a intenção de regular conteúdo.

Em entrevista a jornais brasileiros, Dilma disse que “Regulação econômica diz respeito a processos de monopólio e oligopólio.” A presidente deve iniciar uma consulta pública sobre o tema no segundo semestre do ano que vem.

Primeiramente, na visão do Partido dos Trabalhadores, a mídia brasileira é concentrada injustamente em emissoras financeiramente ricas (Globo, Record, SBT e Band): o principal objetivo da regulação midiática é a igualdade e a democratização de todas as emissoras.

Vamos colocar alguns tópicos em destaque para esclarecer este assunto:

- O conteúdo da mídia é regulado por instituições competentes, diga-se de passagem, é normal observarmos que todo produto criado pelas emissoras tem uma classificação indicativa, que define quando e em qual horário um programa deve ser exibido.

- Dinheiro não é sinônimo de monopólio, já que alguns anos atrás, a Record em um projeto ambicioso de alcançar a liderança acabou fracassando de forma vergonhosa.

- As organizações Globo não dominam o mercado absoluto de mídias, apenas a TV. A Revista mais vendida do Brasil é a Veja, não a Época; O jornal mais vendido é a Folha de São Paulo e não O Globo, do grupo dos Marinhos.

- A TV Brasil, criada pelo ex-presidente Lula, alcança diariamente traço de audiência. Os investimentos dessa rede já ultrapassaram 1 bilhão de reais.

dilma

- A internet é um meio democrático (até em excesso) de manifestar opiniões. Cabe ao internauta ser responsável pela fonte de informação, sendo ela confiável ou não.

Podemos afirmar que a Regulação proposta pelo governo é totalmente fora da realidade. Nenhuma emissora é “proibida” de competir com a Globo. Aliás, o monopólio de mídias não é necessariamente econômica, mas cultural: O telespectador da novela “Império” não vai mudar de canal simplesmente porque a Record investiu em um reality milionário.

Dinheiro não é significado de bom conteúdo, planejamento sim!

Texto: Kerisso Moreira

As opiniões expressas aqui são de responsabilidade do autor do texto, e não reflete a opinião do site TV Foco.

Justin Bieber. (Foto: Reprodução)

Na noite de ontem (25), Justin Bieber estava saindo de um estúdio de gravação, quando alguns fãs se aproximaram de seu carro para tentar tirar uma foto com ele.

Quando as fãs estavam declarando o seu amor pelo cantor, Bieber abriu a janela e gritou: ‘‘Não toquem no meu carro’’. As adolescentes continuaram gritando: ‘‘Eu te amo’’.

Assista ao vídeo:

Imagem de Amostra do You Tube

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Alexandre Nero teve uma folga forçada na manhã desta segunda-feira (26) das gravações da novela “Império”. Segundo a coluna “Retratos da Vida”, do jornal “Extra”, o ator sentiu-se mal em casa e precisou ser levado às pressas para o Hospital Barra D´Or, localizado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Ainda segundo a publicação, Nero declarou que já passa bem e que foi medicado por causa da “indisposição” causada por alguma “comida que não caiu bem”. O ator disse em entrevista à coluna que vai voltar a gravar a novela normalmente na terça-feira (25).

“Nada de mais, apenas uma indisposição. Comida que não caiu bem, só isso. Fui medicado e estou com todos exames em dia. Já volto a gravar normalmente amanhã”, afirmou ele.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Em comemoração ao aniversário de sua mãe, Dona Alda, a apresentadora Xuxa Meneghel postou uma foto em sua Instagram para declarar todo o seu amor a ela. “Parabéns pra guerreira e mãe mais cheirosa do mundo… Te amo, te amo, te amo!!!”, escreveu Xuxa, na legenda da foto em que aparece abraçando a mãe.

No domingo (25), Xuxa já havia dado início às homenagens à mãe, com outra foto. “Amanhã, dia 26 de janeiro, minha Aldinha vai fazer 78 anos. Poderia pedir que vocês rezem por ela? Seria o mais lindo presente que ela pode receber… obrigada a todos desde já”. Um seguidor comentou: “Como ela está, Xuxa? Rezo por ela todos os dias”. A rainha dos baixinhos respondeu: “Obrigada! Tá igual… Não anda e fala muito pouco… Mas sorri”.

Dona Alda foi diagnosticada há 12 anos com Mal de Parkinson. No ano passado, chegou a ficar internada por mais de uma semana, depois recebeu alta mas seu estado de saúde segue sem melhorar.

Publicidade