Celebridades

Simony se sente orgulhosa com a escolha do filho em ser funkeiro: “muito feliz”

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Na carreira artística desde muito cedo, Simony vê seus filhos seguirem o mesmo caminho. Depois de Aysha (13 anos), que se lançou como atriz em “Carrossel”, e Pyetra (9), que já foi a programas como o de Raul Gil e quer ser cantora, agora é a vez do primogênito Ryan, de 14, que assinou nesta semana contrato com uma gravadora de funk.

Meus filhos sempre conviveram com essa coisa musical, que é da família… E o Ryan começou a ouvir vários funks, o MC Livinho (de 21 anos, padrinho artístico do adolescente) é o cara em que ele se espelha e de quem gosta. Ele mesmo decidiu ser cantor de funk. Fiquei feliz e disse: se é isso que você quer, eu vou te ajudar e correr atrás”, conta a cantora em entrevista ao jornal Extra.

Ryan com o padrinho Mc Livinho e a mãe, Simony Foto: Instagram
Ryan com o padrinho Mc Livinho e a mãe, Simony Foto: Instagram

Orgulhosa, Simony revela que Ryan, fruto de seu relacionamento com o rapper Afro-X, decidiu cantar funk após desistir de ser jogador de futebol.

“Ele falou para mim que não queria ser mais ser jogador de futebol porque viaja muito e fica longe da família por muito tempo. Ryan é muito família. Ele joga muito e foi até chamado para fazer um teste no São Paulo, mas resolveu ir para esse lado da música. Ele mesmo escolheu a produtora. Nunca exigi nada”.